domingo, 1 de maio de 2011

Santos vivos!




Santidade, algo desejado por aqueles que verdadeiramente amam o  Senhor e desejam fazer a Sua vontade.Mas em compensação tem sido algo mal compreendido desde tempos antigos, já no século III mais ou menos, muitos cristãos primitivos que devido a abertura do cristianismo, e seu reconhecimento como religião oficial pelo império Romano e a entrada de povos bárbaros, trouxe-lhes  insatisfação com a sociedade em que estavam e procuraram viver uma vida de total asceticismo partindo para o deserto para viverem de forma solitária, surgindo a partir daí o monasticismo que de início era solitário e depois veio a ser comunal, ou seja, praticados por grupos de pessoas.Nessa suposta busca por pureza espiritual e mortificação da carne, "valia de tudo".Havia quem chegasse ao ápice da ignorância em sua busca de santidade, que segundo conta a história da igreja, pessoas colocavam sua mão ao fogo para ser queimada para "mortificar a carne", enquanto outros por matarem um mosquito ficaram nus em pântanos por meses para serem picados por insetos, já outros ficaram por anos sobre topo de um tronco, com certeza esses são só alguns dos absurdos registrados, isso nos tempos mais primitivos e se imaginarmos nos absurdos acontecidos durante os anos da história da igreja e ainda muitas coisas são praticadas por cristãos de nossos dias em busca de santidade.
Que dizer então de santidade?
Santidade em 1º em lugar não é sinônimo de perfeição, ser santo não é estar livre da natureza pecaminosa, ainda estamos no mundo, perfeição só quando estivermos com Cristo na glória.Ser santo em um mundo totalmente corrupto é um desafio constante àqueles aos quais o Senhor os chamou para as boas obras que O Senhor de antemão preparou para que andássemos nelas.A real santidade cristã é impossível aos seus praticantes sem ajuda do Espírito Santo, sendo que um ser totalmente caído e distante de Deus como é o homem, jamais conseguirá ser santo por si só, basta olharmos para o passado da igreja e veremos que é em vão qualquer prática em direção a santidade sem a ajuda do Espírito Santo.
Santidade não é um comprimido que se toma com um copo com água e em questões de minutos seus efeitos são manifestos e pronto somos santos.Não!Santidade é algo que Deus realiza em nossas vidas, reconstruindo o que o pecado destruiu, um novo caráter, conforme a imagem de Cristo Jesus.Santidade não é obtida pelo simples fato de praticar os mandamentos, santidade está em ter consciência de quem éramos e de quem somos agora, pessoas que foram ressuscitadas pela graça de Deus para novidade de vida, e mais do que questão de consciência, santidade vem de dentro para fora é operada no caráter e se manifesta de forma externa por meio de uma vida que está separada do sistema de corrupção que rege este mundo, vidas transformadas de tal forma pelo evangelho que não há como não ser notado pelas pessoas que os rodeiam.
Ser santo não é ser canonizado e cultuado em morte.
Ser santo é ser santo em vida, ser separado por Deus e para Ele.
Devemos ser santos vivos e não santos previamente canonizados para serem adorados, cultuados em suas cidades de origem ou cultuados pelo mundo afora.
Antes o que observo na bíblia é que os verdadeiros santos não reivindicam adoração para si, a sua busca é a glória de Deus, não desejam serem conhecidos, mas que Deus seja engrandecido, não se sentam em tronos de ouro, ou, muito menos são portadores de grandes quantias de prata ou ouro, antes como depósitos do Senhor trazem dentro de si a riqueza do Espírito, ministrando em nome de Jesus a cura aos doentes.Os verdadeiros santos são pessoas que trazem em si as marcas de Cristo.
Para se prestar admiração aos santos não é necessário guardar suas supostas relíquias ou as desejá-las, basta seguir o exemplo de vida de homens e mulheres que negaram muitas das vezes suas próprias vidas por amor a Cristo e ao evangelho.E vou mais longe e aconselho para todo aquele que deseja ser santo, basta seguir o santo dos santos, Jesus.

Um comentário:

  1. paz e graça irmão chagas concordo em numero e grau com você (Santidade não é um comprimido que se toma com um copo com água e em questões de minutos seus efeitos são manifestos e pronto somos santos(.. santidade se obtem através de vida contidiana com Deus.

    ResponderExcluir